17 de jan de 2008

Ministério abençoado por Deus


Pastor Aristides Furmanski

“Quantos homens temos hoje nos púlpitos que podemos verdadeiramente chamar de pastores ?
Sabemos que pouquíssimos são pastores de verdade, daqueles que tem o cheiro de ovelhas, daqueles que mais ministram do que administram, daqueles que conhecem o caminho até a casa da ovelha mais que o valor de seu dízimo, daqueles que apascentam mais que lideram, daqueles que amam mais que amansam, daqueles que nos falam do erro mais do que nos acariciam, daqueles que nos conhecem pelo nome mais do que números e endereços. Há no mundo uma carência de servos de Deus, que não se enverguam com a força do vento, que não se assustam com o tamanho das ondas, que não desanimam com a longa caminhada, que não desistem de uma ovelha em detrimento das noventa e nove que ficaram, pois estas são mais numerosas; que sorriem quando só tem motivos para chorar, e que choram com as lágrimas de suas ovelhas; que compreendem quando erramos tentando acertar, que amam mais a ovelha que o aprisco, que sabem olhar além das imperfeições da lã, que sabem o caminho dos pastos e nos alimentam com comida de verdade, que não aceitam o devorador em nossa espreita e que vigiam pelo seu rebanho, e que principalmente agora mais do que nunca, conheçam intimamente o Sumo Pastor. Que não lisonjeiam o povo de Deus, nem o tratam com dureza, mas alimentam-no com o pão da vida - homens que sentem diariamente na vida o poder convertedor do Espírito Santo, e que cultivam amor forte e altruísta por aqueles por quem trabalham.”

Obrigado Senhor por teres me dado o privilégio de fazer parte deste ministério tão peculiar e ter um pastor com tamanha envergadura espiritual, que tem nos ajudado de maneira assombrosa e tem nos levado a pastagens verdejantes em Cristo Jesus. Espero ainda poder crescer e prosseguir em estatura na fé, à medida que Deus intensifica o Seu precioso mover em nosso meio. Sei que jamais serei como meu pastor quanto à profundidade nas escrituras, manifestações de dons e visões, experiências sobrenaturais, comunhão na oração e exemplo de vida, mas me contento com a pequena medida que possuo, conquanto que possa estar ao seu lado, aprendendo e compartilhando a cada dia as maravilhosas bênçãos e lições que os céus nos trazem a cada amanhecer. Assim, tudo que Deus faz na vida de meu pastor, também redunda em benefício para o corpo local de Cristo, e conseqüentemente reflete também em meu viver. Que este bendito Amor que tem se intensificado nesses últimos dias e tem nos unido, resulte em glória para Seu nome, pois para esse propósito foi que Sua predestinação cruzou nossos caminhos e entrelaçou nossas vidas. Por tudo que já desfrutamos até aqui, reconheço que valeu a pena permanecer ao lado de meu pastor, quando muitos já se foram ou perderam a visão do que Deus pretende ainda realizar. Que as sementes da fé germinem cada vez mais em nossos corações, que tantas vezes foram orvalhados com a Palavra da Vida através das pregações, para que os frutos da obediência resultem em bênçãos vindouras, pois o que costuramos no tempo vestiremos na eternidade!

"A gratidão desbloqueia a abundância da vida. Ela torna o que temos em suficiente, e mais. Ela torna a negação em aceitação, caos em ordem, confusão em claridade. Ela pode transformar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo. A gratidão dá sentido ao nosso passado, traz paz para o hoje, e cria uma visão para o amanhã." [Melody Beattie]

Sentimento de Gratidão

É incrível como Deus consegue transformar a dor e o sofrimento interior em algo maravilhoso que resulte em glória para Ele. Como em Caná da Galiléia, Ele ainda hoje transforma água em vinho, mas sem se dar a conhecer aos demais. Seus sinais são realizados em oculto, em algum altar eregido em lágrimas, em algum quarto de oração, mas por fim se exterioriza em atos que expressem a gratidão; pois um coração transbordante de Sua presença não consegue obstruir o fluxo das águas do Espírito que por ele passam !